Aconselhamento em Alimentação de Lactentes e Crianças de Primeira Infância: um Curso Integrado

A OMS desenvolveu este curso dada a urgência de capacitar grande número de trabalhadores de saúde e aconselhadores nos conteúdos básicos para uma boa alimentação de lactentes e crianças de primeira infância.“Aconselhamento” é um componente extremamente importante deste curso.  O conceito de aconselhamento é novo para muitas pessoas. Muitas pessoas utilizam este termo com o sentido de dar conselhos. Entretanto, aconselhamento significa mais do que isso. Freqüentemente, quando damos conselhos a alguém, dizemos o que achamos que ela deve fazer. Quando aconselhamos, ouvimos a pessoa e a ajudamos a decidir o que é melhor para ela entre as várias opções ou sugestões e a ter confiança para colocar aquilo em prática.Após o curso, os participantes estarão capacitados a aconselhar e apoiar as mães sobre as práticas recomendadas pela OMS sobre alimentação de suas crianças do nascimento até os 24 meses de idade, assim como a aconselhar e apoiar mães infectadas pelo HIV a escolher e por em prática um método apropriado de alimentação para suas crianças nos dois primeiros anos de vida.

Objetivo:

Capacitar pessoas para o aconselhamento de mães e famílias sobre a alimentação apropriada de crianças pequenas.

Metodologia:

As sessões usam métodos didáticos variados, incluindo palestras, demonstrações e trabalhos em grupo com atividades práticas e exercícios.

Sessão 1. Introdução ao tema da alimentação de lactentes e crianças de primeira infância
Sessão 2. Por que a amamentação é importante?
Sessão 3. Como a amamentação funciona
Sessão 4. Como avaliar uma mamada
Sessão 5. Como ouvir e aprender
Sessão 6. Exercícios sobre como ouvir e aprender
Sessão 7. Prática 1 (HOSPITAL) – Como ouvir e aprender; como avaliar uma mamada
Sessão 8. Como posicionar o bebê para mamar
Sessão 9. Gráficos de crescimento
Sessão 10. Como construir a confiança e dar apoio
Sessão 11. Exercícios sobre como construir a confiança e dar apoio
Sessão 12. Prática 2 (HOSPITAL) – Como construir a confiança e dar apoio; como posicionar o bebê para mamar
Sessão 13. Como colher uma história alimentar
Sessão 14. Dificuldades comuns na amamentação
Sessão 15. Ordenha do leite materno
Sessão 16. Como alimentar com xícara
Sessão 17. Visão geral sobre HIV e alimentação infantil
Sessão 18. Aconselhamento para as decisões sobre alimentação infantil
Sessão 19. Relactação e lactação induzida
Sessão 20. Condições da mama
Sessão 21. Alimentação de substituição nos primeiros seis meses
Sessão 22. Preparação higiênica dos alimentos
Sessão 23. Como preparar as refeições de leite – medidas
Sessão 24. Prática 3 (COZINHA) – Como preparar as refeições de leite
Sessão 25. Práticas de atenção à saúde
Sessão 26. Código Internacional de Comercialização de Substitutos do Leite Materno e legislação nacional
Sessão 27. Cartões e instrumentos para aconselhamento de mulheres HIV positivo
Sessão 28. Importância da Alimentação Complementar
Sessão 29. Alimentos para suprir a lacuna de Energia
Sessão 30. Alimentos para suprir as lacunas de Ferro e Vitamina A
Sessão 31. Quantidade, variedade e freqüência da alimentação
Sessão 32. Exercícios sobre como construir a confiança e dar apoio – Parte 2
Sessão 33. Como colher informações sobre práticas de alimentação complementar
Sessão 34. Técnicas de alimentação
Sessão 35. Prática 4 (UBS) – Como colher informações sobre práticas de alimentação complementar
Sessão 36. Como avaliar o entendimento e marcar consulta de acompanhamento
Sessão 37. Como alimentar bebês de baixo peso ao nascer e crianças doentes
Sessão 38. Prática 5 (COZINHA) – Demonstração do preparo de alimentos
Sessão 39. Seguimento após o curso

Público Alvo: trabalhadores de saúde e aconselhadores leigos

Nº de participantes: 24 (ou menos, mantendo relação 1 facilitador para cada 4 participantes)

Nº de Facilitadores: 6 (ou menos, mantendo relação 1 facilitador para cada 4 participantes)

Carga Horária: 37 horas, sem considerar os intervalos para refeições e cerimônias de abertura e encerramento. Pode ser ministrado em uma semana contínua ou dividido de outra maneira.Nas áreas onde o HIV não é um problema pode-se omitir a informação sobre HIV, concentrando-se apenas no Aconselhamento em Amamentação e em Alimentação Complementar, reduzindo a carga horária para 32 horas. É possível, também, adaptar o curso para as sessões relativas somente a Aconselhamento e Alimentação complementar, reduzindo a carga horária para 16h.