Vários estudos têm demonstrado os benefícios imunológicos, nutricionais e psicossociais da amamentação tanto para a mulher como para a criança. Muitos esforços têm sido empreendidos no sentido de promover proteger e apoiar a prática do aleitamento materno, destacando-se a implementação de políticas e ações para propiciar à criança o melhor início de vida possível. Inserida na Estratégia Global para Alimentação de Lactentes e Crianças de primeira infância (2002) da Organização Mundial de Saúde e UNICEF encontra-se a Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC) lançada em 1991 e adotada por mais de 20.000 hospitais credenciados em mais de 156 países nos últimos 15 anos.

Objetivos:

  – Ajudar a munir a equipe hospitalar com conhecimentos e habilidades necessárias para transformar a unidade de saúde, por meio da implementação dos Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno, em uma unidade Amiga da Criança.

– Sustentar mudanças em políticas e práticas.

Metodologia:

As sessões usam métodos didáticos variados, incluindo exposições orais dialogadas, dinâmicas de grupo, exercícios e atividades práticas em unidades de saúde.

Sessão 1: IHAC: parte da Estratégia Global.
Sessão 2: Habilidades de comunicação.
Sessão 3: Promoção do aleitamento materno durante a gestação.
Sessão 4: Proteção do aleitamento materno.
Sessão 5: Parto e aleitamento materno.
Sessão 6: Como o leite chega ao bebê.
Sessão 7: Auxílio ao aleitamento materno.
Sessão 8: Práticas que auxiliam o aleitamento materno.
Sessão 9: “Pouco leite”.
Sessão 10: Lactentes com necessidades especiais.
Sessão 11: Quando o bebê não pode ser amamentado no peito.
Sessão 12: Questões relacionadas à mama e aos mamilos.
Sessão 13: Questões relacionadas à saúde materna.
Sessão 14: Apoio a mães lactantes.
Sessão 15: Como tornar sua unidade um Hospital Amigo da Criança.
Sessões Práticas 1, 2, 3 – com plenária final.

Público-alvo: Profissionais e pessoal da saúde que tenham contato direto com gestantes, mães e seus filhos recém-nascidos. A equipe deve incluir médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, nutricionistas, fonoaudiólogos, psicólogos e outros funcionários que a instituição julgar conveniente.  O curso também é adequado para o uso em treinamentos de capacitação, para que estudantes sejam preparados com conhecimentos e habilidades para apoiar amamentação antes que comecem a trabalhar.

Número de participantes: até 20 pessoas

Nº de Facilitadores: 4

Carga horária – 20 horas, incluindo atividades práticas.