Educação inicia projeto para incentivar a amamentação

Educação inicia projeto para incentivar a amamentação

ALINE PAGNAN – JORNAL DA REGIÃO | JUNDIAÍ (SP) | 26.04.2018

O Departamento de Alimentação e Nutrição (DAN) da Unidade de Gestão de Educação abordou, nesta quinta-feira (26), o tema amamentação com profissionais do Sistema Municipal de Educação que atuam em creches municipais. A atividade foi realizada no auditório Elis Regina, no Complexo Argos.

Lançado em março, o programa Escola Inovadora prevê uma série de ações voltadas para a qualidade de ensino, a modernização da ambiência das escolas, a valorização dos educadores, além de iniciativas nas áreas de alimentação e saúde dos alunos.

“Estamos iniciando um trabalho de sensibilização para tratar dessa temática também dentro das creches municipais, instruindo os educadores para levarem informações para as famílias e para os demais profissionais da unidade escolar. Muitas mães, ao matricularem os bebês, deixam a prática de lado. Sabemos que o aleitamento materno é questão de saúde, é a primeira e maior oportunidade da criança. Por isso, a necessidade de debater a questão”, explicou a diretora do DAN, Maria Angela Delgado.

Para abordar a temática foi convidada a fonoaudióloga, Cláudia Gondim, conselheira de amamentação e membro da Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar (IBFAN). A especialista trouxe para o debate experiências como a da cidade de Sorocaba, onde foi aprovada lei que estabelece diretrizes às instituições educacionais para permitir o aleitamento materno. “Boa parte das mulheres trabalha e inicia o desmame cedo. É preciso atuarmos, junto a sociedade, para o acolhimento e para que a mãe não seja desestimulada. A escola deve ser parceira e trabalhar junto. Vejo que Jundiaí tem pré-disposição para discutir o tema e incentivar a prática da amamentação”, frisou.

Mais de 100 educadores participaram da palestra. Atualmente, o Sistema Municipal de Educação conta com 31 escolas que atendem crianças de quatro meses a três anos.