SBP inicia em abril oficinas sobre alimentos para lactentes e crianças, em parceria com o Ministério da Saúde

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em parceria com o Ministério da Saúde (MS), realizará uma série de oficinas sobre o conjunto de regras estabelecido pela Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de 1ª Infância, Bicos, Chupetas e Mamadeiras (NBCAL). O objetivo da iniciativa, que ocorre a partir de abril nas filiadas do Amazonas, Acre e Goiás, é orientar os pediatras sobre o uso apropriado dos produtos que podem interferir na prática do aleitamento materno.

SBP | 21.02.2018

De acordo com a dra. Luciana Rodrigues Silva, presidente da SBP, a ação visa fortalecer e ampliar o alcance das atividades destinadas à promoção da amamentação no País. “O pediatra é um dos profissionais mais próximos à família. É ele quem inicia os primeiros contatos com a mãe durante o pré-natal e continua nas consultas de puericultura. Por isso, seu papel é fundamental no incentivo e correta condução da alimentação do lactente”, explica.

Na avaliação da presidente, a atual gestão da SBP tem ampliado o foco sobre as questões da amamentação. “Fizemos o primeiro Simpósio de Amamentação durante dois dias no 38º Congresso Brasileiro de Pediatria, realizado em Fortaleza; publicamos diversos documentos sobre o assunto; e transformamos a Semana da Amamentação em um mês inteiro dedicado ao tema”, lembrou a dra. Luciana. Ela antecipa, ainda, que, em 2018, estão sendo planejadas outras ações que colocam o pediatra como protagonista no estímulo e no apoio à amamentação. “Outras medidas também são importantes e devem partir dos gestores, das instituições e das comunidades”, descatou.

PROGRAMAÇÃO – A 1ª oficina será realizada nos dias 12 e 13 de abril, em Manaus, na sede da Sociedade Amazonense de Pediatria (SAPED). As aulas práticas e teóricas serão ministradas pela presidente da Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar (IBFAN, sigla em inglês), dra. Marina Rea, em conjunto com a consultora técnica da Coordenação Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, Renara Araújo, e a consultora técnica do Município de Manaus, Ivone Amazonas.

Segundo a dra. Elena Marta, presidente da SAPED, a importância do aleitamento materno excede as necessidades básicas de nutrição, sendo um dos temas prioritários da atual gestão da filiada. “Além de ser, um mecanismo de conforto e de redução do estresse para a criança, o ato de amamentar tem importante papel no desenvolvimento psicossocial. Oferece consolo, amor e segurança. Um elo eficaz de comunicação. Durante todo o ano, realizamos cursos de capacitação e educação continuada que abordam a questão”, enfatizou.

HISTÓRICO NBCAL – Instituída desde 2006, as regras da NBCAL têm a função de regular a promoção comercial e rotulagem de alimentos e outros bens de consumo destinados a recém-nascidos e crianças com até 3 anos de idade, como leites, papinhas, chupetas e mamadeiras. A Norma visa assegurar a proteção e incentivo ao aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de idade e a continuidade até os dois anos, após a introdução de novos alimentos na dieta.

SERVIÇO:

Os médicos e residentes interessados em participar da atividade promovida pela SAPED podem realizar sua inscrição através dos números (92) 3184-4614 / 99142-2700. Em breve, serão divulgas no portal da SBP as datas das próximas oficinas, que serão realizadas nas sociedades estaduais do Acre e Goiás.